Brasil x Corrupção – Não aguentamos mais essa palhaçada

01

Caros leitores, tenho visto muitos comentários a respeito das manifestações. Já escrevi em outros artigos: “não temos problemas só com o presidente, mas sim com todos os parlamentares, haja vista que o escândalo de corrupção esta instalado em todo o parlamento”; Como se não bastasse todo o escândalo da lava jato, temos também o escândalo da  Receita Federal, agora o da Caixa Econômica e o do Banco do Brasil, referente as agências de publicidade de André Vargas…É caro leitor,  esta difícil de entender o que se passa com nossos governantes.

Vamos brincar de raciocinar: Será que tirar o presidente resolve? – uma que a base é que está corroída, os parlamentares trabalham somente dois dias por semana e quando fazem serão para votar alguma medida importante cobram os “jetons” ou seja gratificações extras para que façam o que deveriam fazer em cinco dias na semana – será que somos bobos, ou eles se julgam mais inteligentes?

Tenho visto também uma praça de guerra no congresso com parlamentares se ofendendo o tempo todo, será que necessitamos desse congresso?

A presidenta manda projeto, envia medidas provisórias que deveriam ser votadas com urgência e o congresso não trabalha, é caro leitor nos trabalhamos enquanto  a corrupção esta a solta em nosso parlamento, gostaria de acreditar que tudo pudesse mudar mas infelizmente não muda.

O presidente da câmara dos deputados, Eduardo Cunha, coloca em pauta só o que ele acha necessário votar, ele não quer colocar na pauta a discussão sobre a legalidade do aborto, só porque é evangélico, em palavras cabais ele disse “não entra na pauta nem que a vaca tussa” isso é um absurdo, pois todos os dias vêem noticias sobre estupro, mas garanto que se fosse alguns de seus parentes ele repensaria.

Se nossa presidente pensou que estaria tudo resolvido com a mudança da presidência da casa com a saída de Henrique Alves, coitada, que pena, ela encontrou um peso pesado, que também deve ter  rabo preso com estes esquemas de corrupção.

Só tem uma maneira de acabar com isso: a população sair as ruas e pedir que seja afastado todos os senadores e/ou deputados que estiverem com o nome citados em atos de corrupção. Dar a eles o direito de defesa e uma retratação em 30 dias, caso contrario o mesmo perde o mandato. Desta forma, queria ver se eles retornariam. Virou uma corja de ratos, até tem gente boa nas duas casas, gente honesta e íntegra, poderíamos fazer uma limpeza agora, tirar todos os envolvidos e deixar somente quem tem integridade moral.Pode acreditar, iríamos descobrir que não necessitamos de  nenhum deles lá.

O governo fala em economia em reajustes de impostos por necessidade de fazer o pais formar caixa… Ora, ora. Nós é que temos que pagar a conta novamente. Quando é que o governo irá proceder cortes nos gastos, diminuir o numero de ministros – e ainda mais – quando é que nós brasileiros vamos ter consciência e nos organizar em passeatas para reduzir o número de políticos, pois estes sim gastam dinheiro do país e ainda roubam o erário público.

Senhores leitores e eleitores, queremos um Brasil melhor, mas acredito que só reformando a política e a forma de comando do governo.

Acredito que a solução seria uma paralisação total contra os políticos corruptos.Forçar o governo a tirar dos cargos os envolvidos diretamente e os envolvidos indiretamente serem afastados e dados a eles 30 dias para se defender das acusações. E se neste prazo não conseguisse se defender, perderia o mandato. Não penso em subversão, mas já estou enojado de tanta corrupção, acredito que todos vocês meus leitores, inclusive eu, levantamos cedo e trabalhamos o dia inteiro e essa corja de corruptos e safados trabalham só de terça e quarta e roubam nosso governo.

Esta na hora de acabar com isso.

Um grande abraço a todos e pensem nisso: necessitamos mudar esse pais. Mas será necessário que haja uma movimentação com foco em objetivo certo. Que saiam todos os corruptos, caso contrario ninguém paga imposto.

Aí eu quero ver…

Dia das Mulheres

Capturar

Caro leitor, este artigo e dedicado em especial às minhas leitoras, um dia muito especial, o dia internacional da MULHER, parabéns a todas vocês mulheres que lutam por seu ideal.

O que é ser mulher? Realmente fica esta pergunta no ar, falamos muito das mulheres na atualidade, as quais são fortes e enfrentam a vida com coragem e determinação, muitas vezes auxiliando os maridos no orçamento do lar e ajustando a vida na criação de filhos.

A MULHER que da a luz, a MULHER que amamenta, a MULHER que da carinho, a MULHER que educa, a MULHER que ama e merece ser FELIZ.

A mulher que com ousadia buscou sua igualdade com os homens, tanto no trabalho como na vida social e familiar, as mulheres em sua grande maioria trabalha fora e participa da divisão de renda dentro do lar e por sua vez disputa o mercado de trabalho com os homens.

Mulher é vista com mais perspicácia, delicadeza, responsabilidade e honestidade, não é a toa que as mulheres estão cada vez mais ocupando cargo de gestão nas organizações, dotadas de uma organização ímpar são capazes de ir muito mais além.

No estudo também é a grande maioria, buscam de todas as formas um espaço para competir, isso mesmo competir, mulheres são competitivas e vivem em busca de novos desafios, não medem esforços e estão dispostas a todos os sacrifícios para chegar lá, trabalham muitas vezes 20 horas por dia dividido entre a casa e o trabalho.

As jovens e solteiras tem que ter cuidado e se preocupar com sua reputação, pois o mundo ainda é machista e preconceituoso, faça o que quiser e o que tiver vontade, mas saiba que isso é visto pela sociedade e reflete diretamente em sua vida.

Tenha respeito com você mesma, e todos a respeitarão, pois você mulher que nós da a vida e nos faz viver, que abdicam muitas vezes de seus sonhos por união a família, vocês são dignas de muito amor, carinho e respeito, sucesso e muita felicidades a todas vocês MULHERES que nasceram para ser feliz.

O dilema de Dilma – Mais um capítulo da novela

01b

Caro leitor, novamente vamos falar da Presidenta Dilma, parece que ela não acerta, trocou os ministros, mas parece que eles não falam a língua dela, ou quem sabe não há conversa entre eles. Já foram comentados em vários jornais, revistas e outros meios de comunicação que ela não deixa seus ministros trabalhar, falam que tudo tem que passar por ela e que ela é centralizadora, parece que não isso que acontece pois se ela realmente fosse centralizadora a “PETROBRAS” não estaria nesta situação, mas esse comentário é só mais um comentário.

O maior problema é que logo no inicio o ministro Nelson Barbosa deu uma declaração:

No começo de janeiro, com apenas um dia no cargo, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, levou uma bronca da presidente e por ordem de Dilma divulgou nota em que afirmava que “a proposta de valorização do salário mínimo, a partir de 2016, seguirá a regra de reajuste atualmente vigente”.

Naquele dia, depois de ler os jornais na praia, na base naval de Aratu, na Bahia, onde descansava, a presidente ficou bastante irritada com a repercussão das declarações de Barbosa do dia anterior sobre a mudança na regra de reajuste do salário mínimo e mandou o ministro divulgar uma nota desmentindo as afirmações.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/dilma-diz-que-ministro-levy-foi-infeliz-ao-criticar-desoneracao-da-folha-de-pagamentos-15467785#ixzz3TAEKKyQQ

Esta semana precisamente no dia 26/02/2015 o Ministro Joaquim Levy deu uma entrevistas e disse ser uma brincadeira as desonerações que foram feitas no governo anterior, mas parece que ele se esqueceu que o governo anterior é o atual, isso tem que mudar Dilma tem que ajustar e acertar as informações com seus ministros, acredito que já esta difícil o segundo mandato e se continuar assim seus próprios ministros a derrubarão.

Repreendido pela presidente Dilma, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, já admitia a pessoas próximas, na noite de sexta-feira, ter sido infeliz na escolha de algumas expressões durante a coletiva de imprensa em que anunciou as medidas de ajuste que anularam na prática a desoneração da folha de pagamento para as empresas. Na entrevista, ele classificou de “grosseira” a desoneração e afirmou que “essa brincadeira nos custa R$ 25 bilhões por ano”. A presidente Dilma Rousseff disse, neste sábado, no Uruguai que Levy foi infeliz ao usar o adjetivo.

— Usei demais de coloquialismo — comentou o ministro com assessores, em uma avaliação após a entrevista, onde admitiu que as frases foram ruins.

Em conversa com assessores, Levy disse acreditar que as medidas anunciadas “não são para revogar o passado e sim para construir o futuro”

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/dilma-diz-que-ministro-levy-foi-infeliz-ao-criticar-desoneracao-da-folha-de-pagamentos-15467785#ixzz3TAE3jRoX

É meu leitor não é fácil governar, vamos ver como eles se comportam, acredito que estão fazendo malcriação à mamãe Dilma…

Até o próximo capitulo.